Twitter - PT TocantinsFacebook - PT TocantinsYoutube - PT TocantinsFlickr - PT Tocantins

Notícias

Quarta, 20 Junho 2018 23:15

NOTA DE REPUDIO CONTRA A HOMOFOBIA

 

 

A Secretaria Estadual LGBT do PT Tocantins vem a público repudiar a brutal violência sofrida, na madrugada de domingo (17/06/2018), por Lennon Junior Coelho Costa quando saia de conveniência em Palmas. O fato aconteceu no mesmo dia da Parada LGBTI em Palmas e Lennon contou que foi abordado por três homens que o agrediram com socos, garganteada, humilhações e ameaças de morte. “Um dos agressores disse: tem que matar”. Lennon também afirmou que foi deixado, após as agressões, sem tênis, cartões bancários, chaves e óculos.

Diante da brutal violência sofrida, o jovem ainda conseguiu ir até sua casa onde pediu ajuda aos vizinhos. “Eu não tinha percebido que estava sangrando muito ate levantar do chão e o vizinho reparar na poça de sangue que formei ao sentar. Eu não estava sentindo o furo que eles fizeram nas costas logo acima do cóccix. Fui para o UPA, e depois ao HGP”, disse Lennon Junior à imprensa tocantinense. Ele, que é servidor e acadêmico da Universidade Federal do Tocantins (UFT), acredita ter sido vítima de homofobia.

Compreendemos que a violência sofrida se caracteriza como uma agressão a toda Secretaria Estadual LGBT do PT Tocantins com total característica HOMOFÓBICA. É preciso haver uma ação eficiente por parte das autoridades para garantir que a cidadania e o respeito às diferenças sejam plenos e que nós, LGBT´s, não sejamos vitimas constantes da homofobia.

A violência desse calibre contra a comunidade LGBT nasce não do acaso, mas do forte sentimento de desprezo que essa sociedade nutre pelos homossexuais, que vistos como desiguais e inferiores, tornam-se alvos frequentes daqueles/as que se sentem superiores a eles/elas. Entendemos que é através da construção de um projeto de educação não heterossexista, não racista, laica e que lute pelo fim do fundamentalismo religioso que esta sociedade será modificada.

Esperamos que os órgãos competentes não percam sua missão que de investigar e punir dentro da Lei, o responsável por mais este ato violento e cruel.

Esperamos que todo o segmento reflita criticamente sobre o corrido e proponha soluções para que casos de discriminação/homofobia em nosso município e em nosso estado não ocorram mais. Que possamos buscar cada vez mais espaços de debates e reflexões para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária a todos e todas.

A Secretaria Estadual LGBT do PT Tocantins segue firme no enfrentamento das agressões e opressões existentes nos espaços da sociedade contra a comunidade LGBT. A atitude nefasta desses sujeitos demonstra a persistente truculência do ideário homofóbico e o quanto ainda se precisa avançar para que todas e todos possam exercer seus direitos com respeito e igualdade. A homofobia direta e indireta não só atinge a população LGBT, mas também outras pessoas que de alguma maneira se comportam fora dos padrões heterossexuais.

A HOMOFOBIA irradia-se por todas as classes, segmentos, instituições e espaços sociais. Este episódio atesta o quanto a luta da população LGBT permanece imprescindível para avançarmos numa sociedade democrática. Dessa forma a Secretaria Estadual LGBT do PT Tocantins ratifica seu repúdio à violência homofóbica, bem como seu compromisso incondicional com a causa da igualdade de direitos das populações LGBTs e as iniciativas de enfrentamento e prevenção de todas as formas de violência.

Assim convidamos a todos e todas a fazerem parte da luta contra a homofobia e em defesa de mundo com mais igualdade. Com essa firmeza, nos colocamos à disposição de nosso companheiro, Lennon Junior Coelho Costa, para que seu direito de ir e vim seja respeitado e persistiremos na cobrança firme para que as investigações ocorram com seriedade e justiça.

Nosso desejo é o de que possamos viver de fato um ambiente livre de todas as formas de violência, tipificando atitudes como essas como uma grave violação aos direitos humanos da população LGBT.

“A homofobia é um mal que deve ser banido da sociedade e o respeito ao ser humano, em toda sua diversidade, precisa ser preservado acima de tudo.”

Palmas, 20 de Junho de 2018.

 

FERNANDO COELHO DA SILVA

Secretaria Estadual LGBT do PT Tocantins